Tudo sobre Lipoaspiração

Tudo sobre Lipoaspiração

O cuidado com a aparência física é um objetivo diário da vida de muita gente, que deseja rever no espelho a imagem que imagina de si, recorrendo a dietas, exercício físico e a todas as técnicas de estéticas que as ajudem a atingir o seu objetivo. A gordura acumulada revela-se uma inimiga a combater e muitas vezes é resistente a diversas atitudes para o fim. A lipoaspiração surge como solução para a remoção das gorduras indesejadas.

Tudo sobre Lipoaspiração

Lipoaspiração – Cirurgia

Cirurgia

A lipoaspiração não é mais do que uma cirurgia para retirar gorduras de áreas específicas do corpo, áreas onde a sua acumulação é maior e pode causar algum desconforto, como nas mamas, nas nádegas, no queixo, no abdómen, nos flancos- os famosos “pneus”, na zona da cintura, nas costas e coxas. É conveniente que a pessoa que pretende fazer uma lipoaspiração se informe cuidadosamente de todo o procedimento para optar de forma consciente. Se decidir avançar com este tratamento cirúrgico, antes da realização da lipoaspiração, deve ter cuidados com a alimentação e com o consumo de cigarros e bebidas alcoólicas, podendo assim obter melhores resultados na recuperação. Num procedimento cirúrgico simples, a lipoaspiração facilita a remoção de gorduras acumuladas que os regimes alimentares equilibrados e o exercício físico não conseguem diminuir ou retirar.

A cirurgia é realizada com anestesia local ou geral dependendo do local e da quantidade de gordura a remover, sendo também por isso o tempo de cirurgia variável. Esta intervenção implica sempre um período de internação posterior que pode ir de 1 a 3 horas, no caso de anestesia local ou de 8 a 24horas, no caso de ser necessária administrar anestesia geral.[widgets_on_pages id=”Widgets on Pages #1"]

A cirurgia é realizada através de uma incisão muito pequena, por onde é feita a aspiração da gordura indesejada, para tal é usado um instrumento chamado de cânula ligado a um aparelho de sucção a vácuo, que realiza a quebra e a sucção da gordura, que normalmente se localiza na camada subcutânea ou no interior da cavidade abdominal. Pela técnica usada, deixa cicatrizes muito pequenas, que com o tempo se tornam quase subtis.

Indicações

A lipoaspiração é indicada para variadas situações de acumulação de gorduras, sendo indicada especialmente para casos em que a pessoa apesar de, ter o peso adequado, apresenta em algumas áreas do corpo gordura acumulada, são também estes os casos em que os resultados conseguidos são os melhores. Como o grande intuito é modelar o corpo e não perder peso, esta não é uma cirurgia indicada em casos de obesidade.

Os resultados atingidos numa lipoaspiração levam o seu tempo e passam por diversas fases, num período mais imediato, até cerca do 30ºdia após a operação, ainda haverá áreas roxas e com inchaço, estando ainda longe de se ver o resultado final. A partir dai e até cerca do 4º mês regista-se uma evolução e começa-se a deslumbrar a forma definitiva conseguida com o procedimento. Pode registar-se, nesta fase, alguma insensibilidade ou hipersensibilidade na área de intervenção. No período de tempo que vai do 4º ao 6º mês a forma, o volume e a sensibilidade das áreas submetidas a intervenção atingem o aspeto definitivo.

Cuidados

Tudo sobre Lipoaspiração

Remoção de gorduras localizadas!

Para que o resultado obtido seja o melhor, após a cirurgia deve seguir-se à risca todas as recomendações médicas. Um dos mais importantes conselhos médico é o uso de uma cinta de compressão, pelo menos durante um período de três meses, pois esta ajudará na diminuição do inchaço, e a acomodação dos tecidos que foram lipoaspirados, afastando o aparecimento de edemas. No que diz respeito à alimentação, é aconselhável que nos dias que se seguem à lipoaspiração o paciente evite alimentos com alto teor de gordura, optando por refeições leves e saudáveis.

Deve igualmente evitar a exposição solar enquanto o corpo ainda apresentar inchado ou manchas, assim como, evitar sujeitar-se a temperaturas muito baixas.[w[widgets_on_pages id=”Widgets on Pages #2"]p>

Passados alguns dias após a intervenção cirúrgica, podem ser iniciadas as sessões de drenagem linfática, que estimula o sistema linfático a trabalhar mais rapidamente, de modo a que os líquidos acumulados entre as células para que sejam eliminados. Este tipo de massagem ajuda também, na regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunitário e melhora a ação anti inflamatória do organismo, ajudando assim na recuperação da cirurgia.

Existem riscos?

A grande desvantagem da lipoaspiração prende-se com o fato de ser uma cirurgia e como tal implica sempre riscos. É igualmente importante que a pessoa entenda que após a cirurgia deve adotar hábitos de vida saudável, praticando exercício físico e uma alimentação saudável, senão as gorduras retiradas voltarão a aparecer, relembrando que a lipoaspiração não é para sempre. Se a cirurgia não for feita por um especialista na área corre-se o risco de ultrapassar os limites recomendáveis da remoção de gordura, retirando também sangue, pode trazer outras complicações ao organismo. O desconforto e a dor, após a cirurgia, são sintomas bastante comum nas áreas do corpo tratadas, podendo este facto ser visto como uma desvantagem.

No entanto, esta técnica cirúrgica tem vantagens na sua utilização, que pesam na altura da decisão. O facto de se poder ver resultados num curto espaço de tempo, o aumento da auto- estima e confiança ao ver o corpo mais modelado e a motivação que pode ganhar derivado ao investimento físico e financeiro, são aspetos vantajosos recorrentes deste procedimento.

Comentários recentes...