Saiba se pode fazer Lipocavitação (Parte I)

Saiba se pode fazer Lipocavitação (Parte I)

Saiba se pode fazer Lipocavitação (Parte I)

A lipocavitação está na moda e é considerada um dos métodos mais eficazes para a eliminação de gorduras corporais acumuladas, combate à celulite e emagrecimento. Mas será que você é a candidata ideal para este tratamento? Verifique, de seguida, se reúne as condições ideais para realizar com sucesso as sessões de lipocavitação.

Desde logo, deverá certificar-se de que não possui nenhuma situação clínica impeditiva: doenças cardiorrespiratórias, doenças hepáticas (vulgarmente designadas como doenças do fígado), diabetes, epilepsia. A lipocavitação também não deve ser executada em pessoas com implantes nos ouvidos, pacemakers, ou outros implantes cujos médicos considerem incompatíveis com a lipocavitação. As crianças, adolescentes, grávidas e lactantes também devem evitar este procedimento porque ainda não existem dados de estudo suficientes para avaliar o impacto da lipocavitação sobre elas.

Uma vez que, após as sessões de lipocavitação, os níveis de “gorduras” no sangue podem aumentar temporariamente até à sua eliminação definitiva, a lipocavitação não é aconselhável a pessoas com elevados níveis de triglicéridos e colesterol ou com obesidade (extrema ou mórbida).

Considerando que não se enquadra em nenhum destes casos, vejamos, então, se o tratamento de lipocavitação é adequado para si.

Este tratamento é especialmente indicado para aquelas pessoas com excesso de peso que apresentam gorduras excessivas localizadas sobretudo nas zonas das coxas, abdómen e braços). Os melhores resultados são encontrados em mulheres com um Índice de Massa Corporal entre os 25 e os 30 que executam lipocavitação em zonas localizadas.

Se o seu IMC é inferior a 25, poderá realizar as sessões de lipocavitação, mas certifique-se que tem realmente excesso de gordura na zona a tratar.

Mulheres com um IMC superior a 30 caem já na categoria de Obesidade e deverão procurar junto do médico outros métodos de emagrecimento antes de recorrerem a sessões de eliminação das gorduras localizadas através da lipocavitação.

Para calcular o seu IMC, utilize a seguinte fórmula: Peso: (Altura x Altura). Assim, para uma senhora com 80Kg e 1,65 m, o IMC será calculado do seguinte modo: 80: (1,65 x 1,65) = 80: 2,2725 = 29,38. De acordo, com a Tabela de IMC, esta senhora tem excesso de peso e é a candidata ideal para os tratamentos localizados com lipocavitação.

Continue a ler aqui este artigo – Parte II (brevemente)

Comentários recentes...

2 thoughts on “Saiba se pode fazer Lipocavitação (Parte I)

  1. Glória Mateus

    Boa tarde a minha pergunta é tenho colestrol a 236e o imc A 30.96 posso fazer lipocavitacao? Obrigada.

    1. Isabel Oliveira Post author

      Olá Glória. Peço desculpa pelo (imenso) atraso na resposta. O que eu digo sempre às minhas Clientes é: quando existem condições médicas identificadas, o melhor é obter aconselhamento médico. Prefiro, sempre, não dar a resposta “fácil” apenas e só com o objetivo de lhe vender os meus Serviços. Acho que com a saúde “não se brinca”! Beijinho! Isabel