Cavitação – Perguntas e Respostas

Numa era em que os avanços nas áreas da Beleza, Estética e Saúde estão à vista de todos, existe sempre muito “ruído” a originar muitas dúvidas sobre algumas das técnicas e tratamentos que vão surgindo. A cavitação é uma delas!

A cavitação é um exemplo disso mesmo. Também por isso, deixamos aqui uma compilação de algumas perguntas e respostas mais frequentes. Espero que sejam esclarecedoras!

A cavitação tem riscos?

Não, a cavitação é um tratamento não invasivo sem qualquer procedimento cirúrgico e que não necessita de anestesia. Não implica qualquer tipo de cortes, cicatrizes ou período de recuperação.

A cavitação é um processo doloroso?

A cavitação, ou lipoaspiração não invasiva, não é de todo um tratamento estético doloroso. Funciona com base em ultra sons de baixa frequência que não apresentam efeitos secundários.

Existem efeitos secundários?

Após cada sessão de tratamento em algumas pessoas pode aparecer uma vermelhidão na zona tratada mas esta desaparecerá num intervalo de tempo entre uma à duas horas. Algumas pessoas poderão igualmente sentir um calor intenso apenas durante alguns minutos. Estes são efeitos momentâneos que por isso não são considerados efeitos secundários.

A cavitação faz perder peso?

A cavitação, ou lipoaspiração não invasiva, tem como principal objectivo a melhoria do aspecto corporal. Proporciona a sua remodelação e não o seu emagrecimento. No entanto, é visível uma perda evidente de volume, devido à remoção de gordura acumulada.

Quantas sessões são necessárias?

Cada organismo irá responder a lipoaspiração não invasiva de uma forma específica e única, no entanto e em média são necessárias entre oito a doze sessões. Os resultados podem ser vistos a partir da terceira sessão.

Qual a duração média de cada sessão?

A duração de cada sessão é curta o que de algum modo se apresenta como uma vantagem para quem se submete a este tratamento. Cada sessão tem uma duração que se situa entre os vinte e os trinta minutos.

Quanto tempo entre sessões?

Recomenda-se que se respeite o intervalo de pelo menos três dias entre cada sessão. O organismo leva cerca de setenta e duas horas a eliminar a gordura do organismo após cada tratamento. O ideal ou o mais aconselhável será fazer uma sessão por semana.

Quais as áreas do corpo?

Como o tratamento é feito para eliminar a gordura acumulada ele pode ser realizado em todos os locais onde essa acumulação acontece. Em princípio não há nenhuma restrição em relação a nenhuma parte do corpo. As zonas em que habitualmente se aplica este tratamento são: pernas, abdómen e nádegas.

Cuidados especiais antes e após a cavitação?

A cavitação estética e para que os seus efeitos sejam potencializados deve ser acompanhada de um alimentação equilibrada, exercício físico e ingestão de água (pelo menos 1,5l por dia). Se não mantiver uma boa alimentação poderá vir a formar novas celulas de gordura, deformando e aumentando novamente o volume do seu corpo. Fora estes aspetos não implica qualquer cuidado especial.

São precisos outros tratamentos?

Após cada sessão de cavitação é aconselhável realizar uma sessão de drenagem linfática manual. Esta é feita a partir de círculos com as mãos e com o polegar, em movimentos combinados. As pressões feitas na pele, pela mão ou dedos, têm o intuito apenas de direccionar os líquidos do corpo para as estruturas do sistema linfático. Após, estes serão eliminado através da urina.

É aconselhável o uso de algum creme anticelulite para complementar o tratamento de cavitação?

Não é necessária nem aconselhável a utilização de cremes após o tratamento de lipoaspiração não invasiva. A cavitação é um tratamento estético com resultados muito eficazes, que reafirma e modela o corpo sem necessidade de ser complementada com a utilização de cremes.

A gordura removida pode voltar a aparecer?

Durante as sessões de cavitação as células adiposas responsáveis pelo armazenamento da gordura são destruídas, assim como a chamada “pele de laranja” que acaba por desaparecer. Se seguir uma dieta equilibrada, fizer exercício físico, verá que os resultados se prolongam no tempo. No entanto, recomenda-se a manutenção periódica.

Qualquer pessoa pode fazer cavitação?

Este tipo de cuidado estético pode ser feito por todos os que não apresentem determinadas situações. Mulheres grávidas ou em período de amamentação, pessoas com doenças hepáticas, com implantes no ouvido, com doenças do âmbito cardíaco, com “pacemaker”, com diabetes, com epilepsia. Também não é recomendado a adolescentes, pessoas com elevados índices de triglicéridos e colesterol, com cicatrizes, hérnias, ou doenças de pele na zona a tratar.

Onde se podem realizar os tratamentos?

Os tratamentos de cavitação estão disponíveis em centros de estética, em centros médicos especializados neste tipo de procedimento e em outros locais como SPAS e ginásios. Um aspecto que deve ter em consideração é informar-se sobre as habilitações do técnico que lhe aplica o tratamento. Assegure-se que o tratamento decorrerá da melhor forma!

Comentários recentes...